O médico mandou cortar o chocolate?


Por Karin Dunker, nutricionista


Ao ver essa mensagem, fiquei muito feliz de saber que as pessoas ainda conseguem ser críticas aos exageros que vemos por aí e reagir a tudo isso com humor. Devemos cortar, reduzir, evitar ou comer de jeito nenhum! É muita informação que chega aos nossos ouvidos, e as pessoas menos esclarecidas, ou mesmo predispostas a seguir os modismos, entram na onda, e na neurose de ?Puxa é mesmo, ah então agora vou cortar esse ou aquele alimento da dieta?.


Pensando na questão do consumo do chocolate, ainda existe um tabu de que esse alimento engorda, que faz mal, e na maioria das dietas, sempre se recomenda que ele seja excluído. Fazendo uma busca bibliográfica sobre o assunto, encontrei um estudo muito interessante publicado recentemente, que nos faz pensar e refletir sobre esses velhos conceitos.


O estudo de meta-análise de Yuan e col (2017) que avaliou 14 estudos longitudinais, com 508.705 participantes de seis países, mostrou uma evidência robusta de que o maior consumo de chocolate comparado com menor consumo está associado com a redução do risco de doenças cardiovasculares, derrame e diabetes. Os autores sugerem que o consumo moderado de 1 a 6 porções por semana pode trazer benefícios de prevenir doenças.


As informações deste estudo nos levam a refletir que sim, podemos comer chocolate de forma moderada, que ele não deve ser excluído da nossa alimentação. O chocolate é um alimento que nos alimenta, que nos remete a boas sensações e lembranças. E agora no inverno, que tal se entregar a um chocolate quente delicioso, sem culpa, mas com prazer, contando com todos os benefícios que ele pode nos dar, além do poder de aquecer os nossos corações e nos dar conforto?


Yuan SLi XJin YLu J. Chocolate Consumption and Risk of Coronary Heart Disease, Stroke, and Diabetes: A Meta-Analysis of Prospective Studies. Nutrients. 2017, 9(7):E688. 


Autor Ana Carolina

Acompanhe todas as novidades do Genta e ainda ganhe gratuítamente dicas de saúde semanalmente por e-mail

Assinar agora

2017 ® Genta - Grupo Especializado em Nutrição e Transtornos Alimentares