Nutricionistas promovendo aceitação corporal em qualquer tamanho?



Por Maria Luiza Petty, nutricionista

É isso mesmo! Nós do GENTA promovemos aceitação corporal em qualquer tamanho. E esta atitude é muitas vezes questionadas pelos próprios pacientes e até por profissionais da saúde. Vamos então tentar esclarecer aqui os pontos mais questionados.

PERGUNTA: Promover aceitação corporal quando a pessoa tem obesidade não seria promover uma doença?

RESPOSTA: Primeiramente, o tamanho ou a quantidade de gordura corporal não refletem, necessariamente, doença. O mesmo vale para pessoas magras ? não se pode concluir que elas sejam saudáveis apenas pelo fato de serem menos pesadas. Além disso, não se trata de valorizar o excesso de gordura corporal, mas sim, de valorizar a pessoa que vive no corpo que ela pode ter no momento.

PERGUNTA: Um nutricionista afirmar que ser gordo é ok não impediria que as pessoas se cuidassem?

RESPOSTA: Gosto de responder esta pergunta com dois exemplos. Em um caso, temos uma pessoa gorda que se sente tão inadequada com o corpo que tem, que deixa de frequentar atividades esportivas (que poderiam contribuir para a sua saúde) por vergonha. No outro caso, uma mulher gorda, deixa de ir a uma festa porque não tem uma roupa bonita que lhe caiba e sente que ninguém irá querer ficar com ela com este tamanho. Nesta situação, ao invés de ir à festa, ela fica em casa sozinha, deprimida e recorrendo à comida para lhe acompanhar. Estes, são dois exemplos em que se sentir inadequado em relação ao próprio corpo definitivamente piora a saúde - física e mental. Isso sem falar nas pessoas que fazem loucuras para emagrecer e poderem se sentir bonitas. E por fim, é importante relembrar que o dever do nutricionista é promover uma alimentação equilibrada, é auxiliar seus pacientes a gostarem e se organizarem para comer alimentos de todos os grupos e é ajudá-los a garantir que a alimentação seja um momento prazeroso, em que a comida possa ser apreciada e possa ser garantia de energia e nutrição para o dia-a-dia. E isso vale para pessoas com qualquer corpo, não só para aquelas com maior volume de adiposidade corporal.

Autor Ana Carolina

Acompanhe todas as novidades do Genta e ainda ganhe gratuítamente dicas de saúde semanalmente por e-mail

Assinar agora

2018 ® Genta - Grupo Especializado em Nutrição e Transtornos Alimentares