Exercício intuitivo: será possível?


 
Por Paula Costa Teixeira, profissional de educação física
Os seguidores do blog do Genta já leram aqui a respeito do comer intuitivo, uma abordagem nutricional que incentiva a praticar a observação das sensações de fome e saciedade, ao invés de fazer dietas prejudiciais à saúde.
Nessa mesma perspectiva, proponho uma reflexão sobre a prática de um exercício intuitivo. Para isso, convido você leitor a seguir meu blog (veja aqui) e compreender melhor o assunto.
É possível praticar exercício sem ser por pura obrigação ou exclusivamente para queimar calorias. É possível adotar um estilo de vida ativo por prazer. Basta você querer se conhecer mais, dedicar mais atenção ao que o seu corpo fala e se permitir ter um tempo de qualidade com você mesmo. Afinal de contas, você é único, outro igual não existe. Você merece esse respeito e carinho consigo próprio.
Curta, siga e compartilhe!

Autor Redação Genta

Equipe de Redação do Genta

Acompanhe todas as novidades do Genta e ainda ganhe gratuítamente dicas de saúde semanalmente por e-mail

Assinar agora

2017 ® Genta - Grupo Especializado em Nutrição e Transtornos Alimentares